Skip to content
2 de setembro de 2014

8 filmes para inspirar sua carreira

por Mariane Selli

A disheveled Matthew McConaughey gets arrested in scenes for 'The Dallas Buyers Club' in New Orleans

Deni Belotti, presidente da consultoria JCS Network, é apaixonado por cinema e acredita no potencial inspirador da sétima arte. Os filmes a seguir foram indicados por ele e há desde clássicos consagrados como Sociedade dos Poetas Mortos, de 1989, até filmes mais recentes como “O Homem que Mudou o Jogo”, de 2012.

Confira as lições de carreira que Belotti diz ser possível resgatar com cada um dos 8 filmes a seguir:

1. Duelo de Titãs

Denzel Washington interpreta Herman Boone, um técnico de futebol americano que sofre, a princípio, rejeição e preconceito do time universitário que assume.

Na opinião de Belotti, o longa-metragem mostra diferenciais de carreira que, geralmente, levam as pessoas ao sucesso e que fizeram com que o técnico conquistasse a confiança da equipe e se tornasse um exemplo a todos do time.

“Atuação em equipe, divisão de tarefas, coaching, trabalhar com o que se tem à disposição são algumas das características presentes no filme”, diz Belotti.

Diretor: Boaz Yakin
Ano: 2000
Duração: 113 minutos

2. Sociedade dos Poetas Mortos

Nesse filme, um dos mais memoráveis do ator Robin Williams, a lição principal, diz Belotti, é sobre a importância de tomar as rédeas da sua vida e carreira.

No longa, o incentivo para que jovens assumam seu próprio destino vem do professor de literatura John Keating, um líder com a capacidade de transformar as pessoas. “Este filme traz uma mensagem incrível que é a de ser presidente de você mesmo, se considerar o seu principal ativo”, diz Belotti.

Diretor: Peter Weir
Ano: 1989
Duração: 128 minutos

3. O Homem que mudou o Jogo

Baseado em fatos reais, o filme traz a história de Billy Bane, gerente do time de baseball Oakland Athletics, equipe com poucos recursos. A saída encontrada é apostar em um programa de estatísticas para acertar o time e leva-lo ao hall das principais equipes do esporte.

“Ele faz um planejamento a longo prazo e utiliza a tecnologia a seu favor para criar um espírito de equipe. Com isso, revolucionou o esporte”, diz Belotti.

Diretor: Bennett Miller
Ano: 2011
Duração: 113 minutos

4. Doze Homens e uma Sentença

O filme mostra como os questionamentos de um jurado podem mudar o rumo de uma decisão que parecia estar consolidada. A lição, segundo Belotti, é sobre o poder da argumentação em uma negociação que envolve pontos de vista diferentes. O personagem consegue “conquistar” um grupo, a princípio hostil e heterogêneo. Segundo Belotti, as duas versões do filme, de 1957 e de 1997, valem ser vistas.

Diretor: Sidney Lumet (1957) e William Friedkin (1997)
Ano: 1957 e 1997 (regravação)
Duração: 96 minutos (1957) e 117 minutos (1997)

5. Conduzindo Miss Daisy

Este filme é interessante, sobretudo, aos profissionais que desejam mostrar ao chefe que ele está indo para o lado errado, segundo Belotti.
É que a história do longa traz a improvável relação de confiança que surge entre uma senhora branca e rica e seu motorista negro, décadas atrás. “Ele usa táticas para que sua voz seja ouvida pela senhora”, diz o presidente da JCS Network.

Diretor: Bruce Beresford
Ano: 1989
Duração: 99 minutos

6. Um domingo qualquer

Como se motivar e engajar colegas e subordinados quando tudo, absolutamente tudo, conspira contra? Quem se reconhece nesta situação poderá se inspirar com o discurso do treinador à equipe, momento auge do filme. Segundo Belotti, trata-se de uma das falas motivacionais mais inspiradoras já apresentadas pelo cinema.

Diretor: Oliver Stone
Ano:1999
Duração: 165 minutos

7. Desafiando Gigantes

Religião à parte, o valor da fé (no que for) é o ponto que Belotti destaca nesse longa. Quando a crença é verdadeira é possível alterar rumos, que, a princípio, pareçam imutáveis.

Diretor: Alex Kendrick
Ano 2006
Duração: 112 minutos

8. Clube de Compras Dallas

O filme mostra a batalha do texano e soropositivo Ron Woodroof (Matthew McConaughey), em 1986, contra a indústria farmacêutica, após seu diagnóstico. Em busca de tratamento alternativo, começa a contrabandear drogas ilegais do México.

Indicado ao Oscar deste ano, o longa mostra um exemplo claro de alguém que decidiu tomar os rumos da sua vida, mesmo recebendo o pior dos prognósticos. “Mostra a capacidade de transformar uma situação limite em algo fantástico”, diz o presidente da JCS Network.

Diretor: Jean-Marc Vallée
Ano: 2013
Duração: 117 minutos

Via Portal Exame.com. Clique aqui para acessar a lista original.

25 de agosto de 2014

Novo serviço: atendimento online no site da Exotics

por Mariane Selli

Agora, ao acessar o site da Exotics Informática, o visitante terá a opção de conversar online com nossos consultores. O novo serviço é mais uma alternativa para conhecer a empresa e esclarecer dúvidas sobre a aplicação dos sistemas, principalmente para quem ainda não possui contato conosco.

Durante o horário de atendimento – de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 17h -, o diálogo será em tempo real, realizado pelo próprio bate-papo. Nos demais períodos e aos fins de semana, os pedidos podem ser enviados e a empresa entrará em contato pelo e-mail informado.

site

19 de agosto de 2014

Exotics participa de Congresso Trabalhista em Canela

por Mariane Selli

Cong 2

Realizado entre os dias 14 e 16 de agosto, no Hotel Continental, em Canela, o XXX Congresso Estadual dos Advogados Trabalhistas do Rio Grande do Sul reuniu cerca de 200 advogados da área.

Além de estande para apresentação dos sistemas, a Exotics Informática sorteou 12 meses de acesso gratuito ao Memorial Web, sistema online para cálculos de atualização monetária, e 12 meses de acesso gratuito ao Memorial Previdenciário Web, sistema online para cálculos de revisão de benefícios do INSS.

Congresso 1

11 de agosto de 2014

Parabéns, advogados e advogadas!

por Mariane Selli

dia do ADV

10 de agosto de 2014

Feliz Dia dos Pais

por Mariane Selli

pais

7 de agosto de 2014

Visite a Exotics no Congresso dos Advogados Trabalhistas

por Mariane Selli

cogrejur 2014

Na próxima semana, a Exotics Informática estará em Canela para participar do XXX Congresso Estadual dos Advogados Trabalhistas do Rio Grande do Sul, no Hotel Continental.

Das 9h às 18h de sexta-feira, 15 de agosto, consultoras de vendas estarão no estande da Exotics para apresentar os sistemas desenvolvidos pela empresa.

Aproveite a oportunidade para saber mais sobre as novas versões dos programas e as soluções que podem qualificar sua rotina de trabalho.

O Congresso reunirá advogados, procuradores, magistrados e acadêmicos para discutir os reflexos do PJE e do novo CPC no Direito do Trabalho. A programação inclui conferências e painéis de debate.

Clique aqui para mais informações sobre o Congresso.

Aguardamos sua visita!

1 de agosto de 2014

10 respostas essenciais sobre liderança

por Mariane Selli

liderança

Compartilhamos o artigo de Diego Andreasi, professor de Marketing e especialista em Gestão de Vendas, publicado no Portal Administradores sobre liderança.

1) O que é ser um líder?

Líder é aquela pessoa capaz de influenciar os demais a favor de uma causa justa, independentemente da sua posição hierárquica. Ele pensa estrategicamente, no longo prazo, e não no operacional. Líder não é aquele que ajuda a puxar a carroça, mas sim aquele que pensa, e consegue convencer a todos, qual o melhor caminho que ela deverá seguir.

2) O que mudou no perfil de um líder de antigamente para um líder atual?

Como o mercado de trabalho está muito mais complexo, bem como a mão de obra disponível, os líderes de hoje precisam de muito mais qualificação profissional do que antes, cursos de capacitação devem ser constantes. O líder também não pode mais ser aquele profissional fechado em seu mundo, onde só ele reina, agora ele precisar estar aberto a críticas. Por fim, enquanto o líder do passado gostava de mandar, o líder moderno precisa saber convencer.

3) Na sua opinião, o que é preciso para ser um bom líder de uma equipe? Quais critérios ele deve seguir?

Primeiro, a pessoa precisa querer ser líder. Segundo, o líder precisa entender que a cultura “manda quem pode, obedece quem tem juízo” não funciona e não faz mais sentido. Empresas com resultados excepcionais não seguem mais esse pensamento. Terceiro, a diversificação de responsabilidades gera grandes resultados, não existe mais estrela solitária. Quarto, é claro que tudo isso deve estar alinhado aos resultados, de pouco adianta seguir todos esses princípios e não gerar aquilo que a empresa espera dele.

4) Como o líder deve lidar com os conflitos que possam aparecer com seus colaboradores?

É necessário entender que os conflitos sempre irão existir, eles são inerentes a todos os serem humanos que convivem em grupo. Um líder jamais deve fechar seus olhos aos conflitos, fingindo que eles não existem, ao agir dessa formam ele estará cometendo um grande erro de gestão. Sendo assim, a melhor forma de lidar com os conflitos é identifica-los e resolve-los da maneira mais rápida possível.

5) Como um líder deve definir as metas?

As metas devem ser acima de tudo realistas. A frase pode parecer simples, mas sua aplicação não é. Existe uma prática muito comum no mercado de criar metas inalcançáveis, com a justificativa de não deixar o colaborador se acomodar para sempre render o seu máximo. Recomendo muita cautela ao adotar esse tipo de procedimento. Metas inalcançáveis poderão criar um sentimento de frustração no funcionário, comprometendo todo o seu rendimento e até mesmo o de toda a sua equipe.

6) Quais ações são necessárias para que um líder consiga o apoio da sua equipe para alcançar os objetivos traçados?

Particularmente, a liderança pelo exemplo é a que mais me agrada. Um líder que cobra comprometimento no trabalho, mas que sempre atrasa o seu serviço, dificilmente conseguirá o apoio da sua equipe. Sobre esse assunto, gosto sempre de citar o exemplo do ex-treinador do Barcelona Futebol Clube, Pep Guardiola. Quando ele pedia aos seus jogadores para que chegassem mais cedo no treino do próximo dia, ele era sempre o primeiro a chegar. Ao servir de parâmetro como exemplo, sobra poucas margens para reclamações.

7) Quais são os erros mais comuns que um líder comete?

Não prestar feedback regularmente: quando o líder não fornece feedback imediato ao seu pessoal, ele está privando-os da oportunidade de melhorar seus desempenhos. Por sermos de uma cultura paternalista, existe um grande receio de nossos líderes em adotar esse tipo de atitude, não caia nessa armadilha. Lembre-se: Sem feedback, sem aprendizado.

Não dar o exemplo: existem líderes que querem cobrar pontualidade dos seus funcionários, mas sempre chegam atrasados. Proíbem fofocas, mas sempre estão falando mal dos seus diretores. Se você quer moldar o comportamento da sua equipe, comece com o seu próprio.

8) O que desmotiva uma equipe?

Uma das maiores causas de desmotivação de uma equipe é quando o líder não reconhece o seu trabalho. Quando falo de reconhecimento, não me refiro apenas a bonificações financeiras, como muitos acreditam. Às vezes, um simples elogio poderá fazer uma enorme diferença. Os líderes precisam parar com essa visão de que o seu funcionário está apenas cumprindo com a sua obrigação, trabalho bem feito deve ser reconhecido, sempre.

09) Quais as vantagens e desvantagens de um líder paternalista?

Considero como uma grande vantagem o fato da liderança paternalista gerar um ambiente de trabalho mais informal, o que estimula o companheirismo e a criatividade da equipe. Como principal desvantagem, cito a confusão de papéis. A figura de liderança deve sempre estar presente na cabeça da equipe, se os papéis se inverterem, ou seja, se o líder começar a se afastar de suas responsabilidades e deixar de cobrar resultados por receio de perder amizades, ele fatalmente perderá a sua autoridade, o que poderá prejudicar o seu desempenho.

10) Na sua opinião, é necessário o líder conhecer o dia a dia do colaborador fora da empresa?

Sim! Muito importante! Seres humanos não são como robôs, os líderes precisam entender que também existe vida fora da organização, ninguém vive exclusivamente para o trabalho. Dessa forma, é necessário compreender que existirão dias em que o colaborador não irá render tanto quanto o esperado, seja por motivo familiar, como um filho doente, ou mesmo pessoal, como excesso de dívidas. Caberá o líder entender os motivos e prestar o apoio necessário ao seu funcionário.

23 de julho de 2014

Novidade: demonstração e treinamento online

por Mariane Selli

trein

Para facilitar o acesso a demonstrações técnicas dos sistemas e treinamentos de utilização, a Exotics lança um novo formato do Programa de Treinamento, agora oferecido também por Skype.

Com o uso da tecnologia, basta ter uma conta no Skype, agendar um horário (conforme disponibilidade) e ter acesso à internet para estar em contato com o profissional que explicará o funcionamento dos sistemas Memorial 8Memorial Previdenciário WebAdvoc 6 e Advoc 6 Financeiro.

O objetivo do treinamento é capacitar o usuário e sua equipe na utilização do programa: proporcionar o pleno conhecimento da ferramenta e, assim, conferir maior produtividade ao trabalho.

Os clientes também podem utilizar o serviço para aprender mais sobre os recursos e aperfeiçoar seu uso ou, ainda, para demonstrações gratuitas de outros sistemas.

Os cursos do Programa de Treinamento são oferecidos em duas modalidades - Primeiros Passos e Avançado - e estão disponíveis para aulas presenciais (realizadas na sede da Exotics, em Porto Alegre) ou online. A duração varia de acordo com o programa apresentado e o módulo escolhido. Clique aqui para conhecer o conteúdo abordado em cada treinamento.

Conte com a praticidade dos treinamentos para ter ainda mais domínio dos programas que já fazem parte do seu dia a dia.

 

18 de julho de 2014

35 hábitos para se tornar uma pessoa mais produtiva

por Mariane Selli

gerenciamento-do-tempo

Muitas pessoas argumentam que precisam de dias com mais de 30 horas para que consigam terminar todos os seus afazeres. No entanto, o verdadeiro segredo está em como ter mais produtividade por meio do melhor aproveitamento de seu tempo.

O Portal Exame.com publicou uma relação elaborada pela fundadora da statup Funders and Founders, Anna Vital, com 35 hábitos que podem ser tomados em diversos aspectos do dia, e vão desde a escolha de roupas até o controle sobre sua alimentação, atividades físicas e uso da tecnologia. Veja só:

Mente

1. Regra do 80/20: preste atenção à regra do 80/20, ou seja, quais são os 20% de trabalho que renderão 80% de resultados?

2. Foque nas coisas importantes, e suprima as urgências

3. Decida qual será o resultado antes mesmo de começar

4. Faça um caderno para anotar ideias geniais que você tem e com as quais não pode trabalhar no momento

5. Elimine questões triviais para evitar o desperdício de seu tempo, como na escolha das roupas que vai usar

6. Aprenda a ignorar. Não é preciso ter uma resposta para tudo

7. Não perca tempo: faça um mau rascunho. Afinal, você não vai poder editar uma página em branco

8. Trate seu tempo como se ele fosse dinheiro

Alimentação

9. Crie uma rotina alimentar

10. Coma alimentos saudáveis

11. Receba a comida por delivery para economizar tempo

12. Faça um acordo com a cafeteria que frequenta diariamente

Agenda

13. Faça as coisas mais fáceis primeiro

14. Priorize apenas uma coisa por dia

15. Defina uma rotina diária para se organizar melhor

16. Evite fazer reuniões quando elas não forem sobre algum assunto realmente decisivo

17. Melhor feito do que perfeito

Corpo

18. Controle a ansiedade. Uma boa forma de fazer isso é praticando alguma atividade física, como corrida, dança ou natação

19. Não se prenda a poucas horas de sono. Dormir mais pode fazer com que você produza mais no dia seguinte

20. Tire pequenos cochilos quando sua energia estiver muito baixa

Truques

21. Visualize o produto final

22. Quem veio primeiro: o ovo ou a galinha? Evite a questão ovo-galinha e comece a tarefa antes mesmo de se sentir preparado

23. Assuma que você está com a razão quando estiver em dúvida. Decisivo é produtivo

24. Quando estiver com a mente muito bloqueada, crie um mapa mental com suas ideias

25. Se você não pode escrever algo, grave-o

26. Quando ler algo que lhe foi útil, escreva para o autor

Roupas

27. Defina uma espécie de uniforme para ir trabalhar, e use-o diariamente

28. Use tecidos inteligentes, para não perder tempo passando camisas

29. Carregue uma roupa que possa ser usada em várias ocasiões

30. Doe ou descarte as roupas que você já deixou de usar

Tecnologia

31. Limite as respostas de e-mail para apenas uma mensagem por minuto

32. Se você não consegue entender sobre o que um e-mail se trata, não responda

33. Desligue-se das notícias. Poucas coisas importantes acontecerão durante o dia

34. Não atenda a chamadas a não ser em casos de emergência (e emergências são raras)

35. Use atalhos de teclado para economizar tempo ao usar o PC

10 de julho de 2014

8 lições de marketing para aprender com a Alemanha

por Mariane Selli

podo

A Copa ainda não acabou, mas já temos o campeão moral: a seleção da Alemanha. A equipe deu uma aula de como planejar, entender e lidar com o principal público-alvo durante a competição: o brasileiro. E não pense que o trabalho foi fácil! Afinal, com a goleada histórica de 7×1, tudo poderia estar perdido.

Público-Alvo:

Agradar os brasileiros é conquistar nos campos o apoio e a torcida dos maiores frequentadores nos estádios, além de ganhar o carinho do nosso país em treinos, deslocamentos e na porta do Hotel. E esse planejamento começou muito antes da estréia da seleção na Copa. Foram várias ações, publicitárias e espontâneas, além de um media training espetacular para as principais estrelas da equipe. Confira abaixo as táticas e estratégias dos alemães:

1 – Vídeo em português

Antes de virem para o Brasil, a fanpage da seleção alemã aumentou consideravelmente sua base de fãs brasileiros com um vídeo em que exibia mensagens positivas. A frase “Vocês nem imaginam o quanto de Brasil existe dentro de nós” foi a mais marcante. 

Com isso, a disputa pelo papel de segunda seleção dos brasileiros estava lançada. “Se o Brasil perder, vou continuar torcendo pela Alemanha. Não vou ficar tão triste, é melhor do que perder para a Holanda ou para a Argentina”, diz a dentista Camila Fares, de 26 anos, que começou a seguir o perfil da seleção alemã no Facebook após o primeiro vídeo em português, ainda anterior à Copa.

2 - Uniforme do time mais popular

O vídeo o lançamento do uniforme mostram que a primeira análise de todo o plano foi entender o nosso país. O comportamento do brasileiro, desde a Copa das Confederações, era protestar e reclamar da Copa, misturando futebol e política. Além disso, muitos se mostraram contra a seleção com a teoria de que um título poderia esconder os problemas do país e do atual governo. E para quem torcer sem ser o Brasil? A Alemanha!

Para atrair mais fãs e agradar a Adidas, fornecedora de materiais da Alemanha e do Flamengo, a Alemanha escolheu homenagear o time de maior torcida no Brasil com o seu uniforme reserva. Vale lembrar que o time carioca só possui a maior torcida pois possui milhares de torcedores onde o futebol do estado não é tão forte: Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Observe só onde foram os jogos da seleção:

  • 1º jogo – Salvador, Bahia
  • 2º jogo – Fortaleza, Ceará
  • 3º jogo – Recife, Pernambuco
  • 4º jogo – Porto Alegre, Rio Grande do Sul
  • 5º jogo – Rio de Janeiro (cidade do Flamengo)
  • 6º jogo – Belo Horizonte, Minas Gerais
  • 7º jogo – Rio de Janeiro (cidade do Flamengo)

As vendas das camisas superam as expectativas tanto no Brasil quanto no exterior. A comercialização foi 30% maior do que 2006, ano em que o país sediou a Copa do Mundo. E jogar no Maracanã contra o principal rival brasileiro, alguém duvida para quem será a torcida?

3 – Uniforme parte 2: Bahia

O único problema do uniforme rubro-negro é que ele poderia ser confundido com o do Vitória na Bahia, sede da seleção. Pensando nisso, a primeira medida foi agradar o outro lado da moeda. Para isso, Neuer e Schweinsteigger não só vestiram a camisa, como também cantaram o hino. A ação, claro, se tornou rapidamente um hit na internet.

4 – Relacionamento com os fãs

Uma ação digital só tem sucesso efetivo se há relacionamento direto com os fãs. Durante a Copa, os milionários jogadores deram um show de humildade nos passeios pela praia ou pela cidade distribuindo autógrafos e tirando fotos.

Além disso, os craques ainda fizeram o papel inverso, tirando fotos com a população e elogiando o país pelo apoio e carinho. Na imagem acima, o atacante Podolski postou no Instagram uma imagem em que está rodeado de baianos.

5 – Falar a nossa língua

Quem trabalha com rede social sabe que uma marca ou empresa deve se comunicar da mesma maneira que os seus fãs, criando sintonia. Além de dançar com índios, símbolo do Brasil, os jogadores ensaiaram também passos de hits populares, como “Lepo Lepo” e “Eu quero Tchu, Eu quero Tchá”.

6 – Os Jogadores e as redes sociais

Os principais jogadores foram muito bem orientados durante todo o torneio. Os craques publicaram várias vezes em português com frases de apoio à seleção.

Mesmo após a histórica goleada, todos eles mantiveram a linha de “paz e amor” e publicaram textos exaltando a seleção. Alguns, lembraram da derrota em casa, também nas semifinais, na Copa de 2006. Com isso, garantiram que a relação não foi quebrada, mesmo aplicando a maior goleada sofrida pela seleção na história das Copas.

7 – Muita mídia espontânea

Quando a ação gera mídia espontânea, o viral está pronto! Com muitos jornalistas cobrindo a Copa, não foi difícil ganhar espaço na imprensa pela simpatia e relação próxima com os brasileiros.

Desde alimentar macacos até os fatos citados acima, cada passo dos alemães foi acompanhado de perto e, claro, publicado com destaque.

8 – Marketing de relacionamento

O Marketing de relacionamento é tão poderoso que influencia demais os fãs. Algo que a Apple faz com maestria. Não é difícil de encontrar defensores da empresa em conversas e debates, seja ao vivo ou nas redes sociais.

E os alemães, tanto no Brasil quanto na Alemanha, passaram a agir influenciados pela seleção. Quem encontrou um alemão após a derrota de 7×1 relatou que foi confortado e, literalmente, abraçado, como na matéria acima.

Esta tarefa mostra como os influenciadores podem fazer a diferença. Vale lembrar que os alemãs têm fama de serem racistas contra os estrangeiros, herança ainda dos tempos de nazismo.

Fonte: Iska Digital/Texto: Renato Melo